Tela Carlos Fajardo 1,50 x 1,50

-20% Tela Carlos Fajardo 1,50 x 1,50

Tela Carlos Fajardo, 1971 - medidas: 1,50 x 1,50. Pintura a óleo.

Carlos Fajardo (São Paulo SP 1941)

Artista multimídia.

Carlos Alberto Fajardo freqüenta o curso de arquitetura na Universidade Mackenzie, em São Paulo, entre 1963 e 1972. Na década de 1960, estuda pintura, desenho, comunicação visual e história da arte com Wesley Duke Lee (1931 - 2010), e música contemporânea com Diogo Pacheco (1925). Participa da criação do Grupo Rex, com Wesley Duke LeeNelson Leirner (1932), Frederico Nasser (1945), Geraldo de Barros (1923 - 1998) e José Resende (1945), em 1966, e torna-se co-editor do jornal Rex Time. Em 1970, com Luiz Paulo Baravelli (1942), Frederico Nasser e José Resende, funda a Escola Brasil:. Estuda gravura em metal com Babinski (1931) e litografia com Regina Silveira (1939). No início de sua trajetória, trabalha com diferentes técnicas, realizando objetos, pinturas, colagens, desenhos e gravuras. A partir de 1981, expõe trabalhos em pintura, constituídos por um conjunto de telas e de superfícies em madeira pintada, apenas apoiados nas paredes da sala, criando assim um espaço entre os dois planos. Passa a dedicar-se à realização de esculturas em que explora questões como peso, gravidade ou sustentação da obra no solo. Em 1987, recebe a Bolsa Ivan Serpa da Funarte e, em 1989, a Bolsa Vitae de Artes. Desde 1996, leciona no departamento de artes plásticas da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo - ECA/USP.


No começo da carreira, Carlos Fajardo é influenciado pelo seu professor de desenho, pintura, comunicação visual e história da arte, Wesley Duke Lee (1931 -2010). Inicia-se pelo desenho, que, segundo o artista, na época, "é o suporte básico do seu raciocínio plástico".1 Em 1966, passa a fazer trabalhos figurativos sobre superfícies modificadas e participa da criação do Grupo Rex. Para uma exposição do grupo, realiza a escultura Neutral (1966), um cubo com chapas de acrílico transparente. Pela primeira vez, sua obra dispensa a figuração e as marcas do fazer artístico. O cubo é construído com base numa relação objetiva com os materiais e segue um guia de instruções criado pelo artista. Essa relação distante com a obra é influenciada pelo minimalismo, sobretudo por Donald Judd (1928 - 1994).2

Em 1969, faz as primeiras Fórmicas: pinturas feitas com retalhos regulares do material. Nas séries, as formas se repetem com cores diferentes, sem o menor traço de artesanato. Com procedimentos impessoais, Fajardo compõe os quadros. Com os colegas Luiz Paulo Baravelli (1942), Frederico Nasser (1945) e José Resende (1945), funda, em 1970, a Escola Brasil:. As atividades como professor tomam boa parte de seu tempo. A partir de 1977, pinta uma série de telas com figuras de mulheres, como Três Horas/diferentes Pessoas/em Santos/fora de Casa.

Em 1981, Fajardo assume uma nova relação com a pintura. Suas superfícies crescem e são divididas em partes justapostas. A unidade é formada com base na relação de uma parte com a outra. Alguns desses trabalhos são expostos na 16ª Bienal Internacional de São Paulo. Segundo o artista, nessa época seu trabalho "(...) passa a solicitar grandes extensões. É preciso se relacionar com ele em seus aspectos físicos e levar em conta a distância que ele dispõe entre as coisas".3 Daí em diante sua produção fica entre a pintura, a escultura e a instalação. Articula os objetos uns com os outros no espaço e incorpora o intervalo entre as peças. Ao comentar sua mostra de 1989 no Gabinete de Arte Raquel Arnaud, o crítico de arte Rodrigo Naves afirma que a exposição "pressupõe a interação cerrada das obras e não apenas a justaposição preguiçosa de produções isoladas".4

A partir da década de 1990, incorpora os mais diversos materiais e procedimentos a sua obra. Em 1998, defende tese de doutorado na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo - ECA/USP. Em 2003, realiza a exposição retrospectiva Poética da Distância, que passa por várias cidades brasileiras.

Produtos usados, podendo apresentar algumas marcas de uso, conforme mostram as fotos.

FRETE À COMBINAR (entrar em contato com a Equipe Garage)

- Os produtos estão localizados em São Paulo-SP.

Caso necessite de frete, ou tenha dúvidas é só nos chamar.

Whatsapp: 11 95113-1159.

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.
  • Código: 278.1 - Estoque:1

  • Descrição: Tela Carlos Fajardo, 1971 - medidas: 1,50 x 1,50. Pintura a óleo. ... (saiba +)
  • Descrição: Tela Carlos Fajardo, 1971 - medidas: 1,50 x 1,50. Pintura a óleo. ... (+ CLIQUE AQUI PARA DETALHES E ENTREGA)
  • R$30.000,00
  • R$24.000,00

Opcões disponíveis



+ Infos. pelo Whatsapp


Etiquetas: Tela Carlos Fajardo 1, 50 x 1, 50

Tela Carlos Fajardo 1,50 x 1,50